quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Entrevista com Marcos & Belutti no site Arca Universal

publicado em 17/02/2011 às 04h50.

Marcos e Belutti

A dupla se destacou no cenário musical por composições melódicas e estilo diferenciado nas interpretações

Por Elliana Garcia / Fotos: Fernando Hiro
eliana.garcia@arcauniversal.com


Há 3 anos, Marcos, de 27 anos, e Belutti, de 29, decidiram formar a dupla sertaneja Marcos e Belutti. Carismáticos e talentosos, eles logo se destacaram no cenário musical por suas composições melódicas e estilo diferenciado nas interpretações. Com dois CDs gravados e prestes a lançar o segundo DVD, os paulistanos falam aos leitores do Arca Universal sobre as dificuldades que enfrentaram no início da carreira, o que têm aprendido ao longo desse tempo e como a fé e a persistência lhes ajudaram nessa jornada rumo ao sucesso.
Como a música entrou na vida de vocês?
Marcos: Tenho familiares que tentaram se destacar como cantores, mas sem muito êxito. Com 4 anos de idade, eu já cantava. Nunca tive dúvida do que queria para o meu futuro. Aos 15 anos resolvi mergulhar de cabeça na música profissional. Participei de um concurso de música onde conheci um rapaz, e com ele formei minha primeira dupla.
Belutti: Aos 4 anos de idade, quando ouvia e assistia aos ensaios do meu pai, que era músico amador, já sabia que era isso que eu também queria fazer. Meu sonho era ser um artista de verdade. Comecei aos 11 anos de idade. Fiz aula de canto, cursos de teatro e comerciais para a tevê. Tirei a minha carteira de músico profissional nessa época e me apresentava em vários lugares cantando sertanejo.
Quais as dificuldades que enfrentaram?
Marcos: No começo montei uma banda e tocava em bailes em Santo André (SP). Chegava ao local, carregava as caixas de som e montava tudo. O dinheiro era só para pagar os músicos, mas eu tinha 15 anos e não me incomodava com o retorno financeiro. Passei por muitas dificuldades quando já estava no mercado artístico, como todos passam. Portas fechadas, falta de oportunidade, pessoas que te humilham por puro prazer, mas tudo isso serviu para o meu crescimento. O que me incomodava na verdade eram os comentários nada incentivadores. É triste quando ouvimos alguém tentando matar o nosso sonho com palavras de derrota.
Belutti: Olha, foram muitas. Falta de um empresário, de um padrinho musical. Não acreditarem no meu potencial. Muitas promessas feitas e nada concretizado, rivalidades, enfim. Mas o importante é que persisti e hoje estou colhendo os frutos do que plantei.
Marcos, como aconteceu o encontro com o Belutti?
Em 2005, ele estava gravando um CD e eu fui o compositor de uma das músicas que ele gravou. Acompanhei toda a gravação e fiquei amigo dele nesta época. Mais tarde, resolvemos fazer dupla.
Pensaram em algum momento que seria impossível viver da música?
Marcos: Sim. Inclusive passei 2 anos longe da música por não conseguir sobreviver dela. Ganhei dinheiro fazendo outras coisas, mas o que eu queria mesmo era cantar. E Deus me trouxe de volta, me deram outra oportunidade e hoje vivo desse sonho.
Belutti: Pensei sim. É muito difícil um cantor sem empresário, sem um escritório para cuidar da carreira, conseguir êxito. Elogios nunca vão pagar as suas contas, que não esperam você receber. Elas têm validade. Eu cheguei a abrir mão de uma faculdade, de um trabalho por causa da música, que até um determinado momento não tinha trazido retorno financeiro algum. Achei que seria mesmo uma ilusão tudo isso que vivi e sonhei. Ainda bem que não desisti.
Onde buscam forças para enfrentar as adversidades da vida?
Marcos: Acho que consigo absorver bem os problemas e adversidades. Quando estou em uma situação ruim, nunca tomo uma decisão sem pensar. Paro, penso mais um pouco, respiro e analiso uma forma de resolver a situação. Sei que é impossível viver sem problemas e a vida perfeita é uma utopia. Mas, busco também forças em Deus para superar qualquer desafio.
Belutti: Em Deus. Saber que Deus existe, que é Fiel e que nunca nos desampara me dá essa segurança. Também busco apoio na minha família e na minha vontade de vencer sempre.
Vocês são casados, solteiros?
Marcos: Sou casado há 5 anos e tenho duas filhas. Minha família é tudo pra mim. Um homem não vive só por ele. Todos precisam de um motivo para lutar e conquistar as coisas. Minha família é o meu suporte.
Belutti: Sou solteiro. Mas sou um cara muito tranquilo. Espero encontrar a mulher da minha vida. Acredito que Deus vai me enviar uma moça linda para ser a minha esposa.
Qual o momento mais emocionante na trajetória de vocês?
Marcos: A gravação do nosso primeiro DVD. Só acreditei quando estava em cima do palco. Era um sonho muito distante, e quando aconteceu pensei que havia chegado muito rápido.
Belutti: Na gravação do primeiro DVD. Vivemos sempre momentos emocionantes, mas a gravação foi única. A primeira vez que subimos no palco para cantar deu tudo certo. Graças a Deus. Jamais irei esquecer esse dia e as pessoas que estavam conosco.
Quais sonhos ainda faltam realizar?
Marcos: Queremos nos tornar artistas nacionais. Já fazemos sucesso em varias regiões, mas precisamos continuar crescendo para um dia sermos conhecidos em todo o Brasil e, claro, continuar vivendo da música.
Belutti:Tenho muitos sonhos. Sempre que eu realizo um, começo a sonhar com outro, como metas em minha vida. Poder ser uma das principais duplas sertanejas da história do Brasil é um deles. Sonho muito em gravar um CD em espanhol. Quero ajudar minha família e me tornar uma pessoa melhor a cada dia.
Cite algum mico que já passaram?
Marcos: Já falei nome de prefeitos e contratantes errado no palco, já mandei abraço para um General Carneiro e na verdade era o nome da cidade do próximo show. Enfim, sou o rei do fora (risos).
Belutti: Estávamos dando uma entrevista em uma rádio de Limeira (SP) e há uma rádio na cidade de Leme com o nome parecido. No final da entrevista, agradeci a uma emissora e citei a outra também, achando que era uma rede. Descobri, pelo coordenador, que elas não tinham nada a ver uma com a outra. Fiquei muito sem graça. Mas eles compreenderam.
Quais os trabalhos que chegaram a exercer antes de se tornarem famosos?  
Marcos: Trabalhei em padaria e em uma empresa dos meus pais, em varias funções. E já comprei e vendi carro, por exemplo.
Belutti: Trabalhei em uma produtora, que faz vídeos institucionais para grandes empresas. Comecei a dublar filmes conhecidos pelo público, mas com as falas modificadas, falando sobre o produto, essas coisas. Fiz produção de vídeo, fui assistente de direção, repórter, enfim, era o coringa da produtora.
Que mensagem deixa para os nossos leitores?
Marcos: Deus tem um plano para todos. Acredite nos seus sonhos e coloque Deus sempre à frente de tudo. Se existe um segredo para o sucesso, acho que é esse.
Belutti: Nunca desista dos seus sonhos. Pode demorar o tempo que for. Nunca será no nosso tempo, e sim no tempo de Deus. Seja sempre humilde e procure fazer o bem. Creia em Deus acima de tudo e lute com todas as forças. Faça a sua parte e creia que Deus fará a Dele.
Mais alguma coisa que queiram acrescentar?
Marcos: Obrigado pela entrevista e o meu carinho para todos os leitores do Arca Universal.
Belutti: Agradecer as pessoas que estão lendo essa entrevista e dizer que tudo isso é uma verdade. Se elas têm sonhos, que saiam à luta para conquistá-los. E, com Deus, tudo é possível.

Fonte: Arca Universal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário